domingo, 18 de março de 2012

Button vence na Austrália; brasileiros se chocam e abrem mal a temporada

Para Jenson Button, a temporada 2012 da Fórmula 1 começou com um passeio no Albert Park. O piloto da McLaren superou o companheiro Lewis Hamilton na largada e, sem sustos, puxou a fila durante as 58 voltas para vencer o GP da Austrália. O domingo de sonho para o inglês foi de pesadelo para os brasileiros. Felipe Massa e Bruno Senna, que já tinham ligado o sinal de alerta na véspera, com posições ruins no grid, tiveram uma corrida para esquecer. A dez voltas do fim, os dois se enroscaram na pista e abandonaram a disputa. Dos boxes, viram o pódio em Melbourne ser completado pelo campeão Sebastian Vettel, com sua RBR em segundo, e pelo pole position Hamilton, que chegou a ser pressionado por Mark Webber nas voltas finais, mas segurou o terceiro lugar.

O campeonato já se anunciava complicado para os brasileiros, e o desfecho na Austrália ajudou a confirmar as previsões pessimistas. Massa, que largou em 16º, e Senna, o 14º, travavam uma amarga disputa pela 13ª posição com Daniel Ricciardo, da STR, enquanto seus companheiros de equipe corriam lá na frente – Alonso chegou em quinto, e Pastor Maldonado estava em sexto até a última volta, quando bateu. A Ferrari de Felipe tocou a Williams de Bruno, os carros se engancharam, e a etapa de abertura da temporada terminou de forma triste para os dois únicos representantes do país no grid. Ambos classificaram o choque como "acidente de corrida".

Confira o resultado final do GP da Austrália, em Melbourne (307,574 quilômetros):
1 - Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - 58 voltas em 1h34m09s565
2 - Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) - a 2.139
3 - Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) - a 4.075
4 - Mark Webber (AUS/RBR-Renault) - a 4.547
5 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - a 21.565
6 - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - a 36.766
7 - Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) - a 38.014
8 - Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) - a 39.458
9 - Daniel Ricciardo (AUS/STR-Ferrari) - a 39.556
10 - Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) - a 39.737
11 - Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Ferrari) - a 39.848
12 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - a 57.642
13 - Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) - a 1 volta
14 - Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) - a 1 volta
15 - Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) - a 2 voltas
Não completaram:
Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) - a 4 voltas / abandono
Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 11 voltas / abandono
Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) - a 16 voltas / abandono
Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) - a 21 voltas / mecânico
Michael Schumacher (ALE/Mercedes) - a 47 voltas / câmbio
Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) - a 56 voltas / acidente
Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) - a 57 voltas / acidente
Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) - não participou/fora do limite de 107%
Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth) - não participou/fora do limite de 107%
Melhor volta: Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - 1m29s187, 56ª volta








Fonte:GloboEsporte.com
Postar um comentário