sábado, 28 de maio de 2011

Brasil transforma estreia em treino e arrasa Porto Rico pela Liga Mundial

Não se pode chamar exatamente de estreia. Diante de um rival frágil e sem muitos artifícios, o Brasil fez de sua primeira partida na Liga Mundial uma sequência dos treinos em Saquarema. Na noite desta sexta-feira, em San Juan, a equipe de Bernardinho arrasou Porto Rico por 3 sets a 0, parciais 25/15, 25/19 e 25/16, em 1h20m de jogo, válido pelo grupo A da competição.

No total, foram 22 pontos apenas em erros rivais. Giba foi o maior pontuador, com 13 pontos, seguido por Leandro Vissotto, com 12. João Paulo Bravo, que entrou no lugar de Murilo, liberado após sua mulher, Jaqueline, perder o bebê do casal, foi outro bom destaque da partida, com 10 pontos.

- Acho que o Brasil, apesar dos desfalques importantes, tem jogadores diferentes. O João Paulo Bravo tem uma rodagem. A gente estava com uma formação muito defensiva, com Giba, Bravo e Serginho em quadra. O Bruno também colaborou muito com as defesas. Acho que ainda pode ser um pouco melhor. O time oscilou um pouco, sofreu três pontos de saque. Mas é importante o time não se arriscar muito na primeira partida. Contou a experiência, contou a vivência, apesar da preparação insuficiente. Acho que amanhã eles vão entrar mais relaxados, porque passou a pressão da estreia jogando na casa do adversário - afirmou Bernardinho.

Giba elogiou a atuação do time diante dos portorriquenhos na noite desta sexta-feira.

- O time entrou muito concentrado. Estudamos muito bem o time deles. Sabíamos das principais armas, das principais jogadas. O Brasil nunca teve jogadores titulares. Dentro de quadra, todo mundo fez de tudo e respondeu com 100%. Tivemos muitos desfalques, mas temos um grupo que podemos montar duas seleções.

Com o resultado, o Brasil inicia bem sua busca pelo décimo título da competição. As duas equipes voltam a se enfrentar neste sábado, às 21h30m. Mais cedo, também pelo grupo A, a Polônia derrotou os EUA por 3 sets a 0 dentro de casa.

Em ritmo de treino, Brasil vence Porto Rico

leandro visotto vôlei seleção  brasileira x porto rico (Foto: EFE)Vissotto vence bloqueio de Porto Rico (Foto: EFE)

O primeiro set mostrou que a partida não seria muito diferente dos treinos em San Juan. E não seria dos mais puxados. Porto Rico marcou o primeiro ponto da partida, mas mostrou apenas vontade, além de um vasto repertório de erros. Enquanto isso, a seleção brasileira não precisava de muito para construir sua vantagem. Após dois pontos de Bruninho e um erro do time da casa, os atuais campeões foram para a primeira parada técnica com 8 a 4 no placar.

A seleção de Porto Rico errava muito, principalmente nos saques. Do outro lado, o Brasil brilhava nos bloqueios e nos ataques pelas pontas. Como prova de que pode estar no grupo, João Paulo Bravo forçava o braço e não dava chances à defesa rival. No fim, após 22 minutos, mais um erro da seleção da casa deu números finais ao set: 25 a 15.

Porto Rico voltou melhor ao segundo set. Passou a errar menos e a variar um pouco mais suas jogadas, dificultando a vida da defesa brasileira. O Brasil, no entanto, continuou melhor. Com Giba e Bruninho muito bem em quadra, a seleção não teve muito problema para fechar em 25 a 18.

Cientes de que pouco poderiam fazer diante dos brasileiros, os portorriquenhos amoleceram. E, assim, facilitaram ainda mais a vida dos visitantes. Com Bravo, Giba e Leandro Vissotto inspirados no ataque, a seleção de Bernardinho fechou a partida em 25 a 16.



Fonte:Globoesporte.com

Postar um comentário