quinta-feira, 16 de junho de 2011

Ex-jogador Edmundo deixa delegacia em SP

O ex-jogador de futebol Edmundo, preso durante a madrugada desta quinta-feira (16) em um flat no Itaim Bibi, região nobre de São Paulo, deixou à 3ª Delegacia Seccional Oeste, no bairro de Pinheiros, por volta das 19h. Ele seguirá para o Instituto Médico-Legal (IML), onde passará por exame de corpo de delito. Depois, deverá ser liberado.

A Justiça concedeu à tarde um habeas corpus ao ex-jogador. Edmundo foi condenado em 1999 a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, por homicídio culposo de três pessoas e lesões corporais de outras três em um acidente automobilístico, ocorrido no Rio de Janeiro, em dezembro de 1995.

A defesa de Edmundo, no entanto, entrou com um pedido de habeas corpus. O advogado Arthur Lavigne, que representa Edmundo, afirmou que o crime está prescrito e a que a punição deve ser extinta.

Edmundo passou o dia em uma cela de 6 metros quadrados, sem colchão e janela. De acordo com o delegado Eduardo Castanheira, responsável pela detenção do ex-jogador, ele recebeu a visita de dois amigos, que levaram sanduíches e achocolatado para o café da manhã. Uma advogada também passou pela delegacia.

Prisão
De acordo com Castanheira, o jogador estava "abatido", mas disse que "confia na Justiça e que está tranquilo com a sua consciência". A polícia chegou até Edmundo depois de receber uma denúncia anônima.

“Recebemos denúncia anônima dando conta que ele estava em um flat na Rua Amauri. O recepcionista nos levou ao seu apartamento. Ele não esboçou nenhuma ação. Solicitei que ele tomasse banho e se arrumasse”, disse Castanheira.

Rio
Doze agentes da Polinter percorreram quatro endereços diferentes registrados em nome do ex-jogador no Rio, mas ele não foi localizado na quarta-feira. O delegado titular da Polinter, Rafael Willis, chegou a dizer que as buscas tinham sido interrompidas temporariamente.

Em um dos endereços onde a polícia foi, estava a mulher de Edmundo, que informou aos policiais que ele esteve no local pela manhã e saiu sem dizer para onde ia. As informações são do G1.

Postar um comentário