quinta-feira, 30 de junho de 2011

Nascido no Rio, Jaques Wagner recebe título de cidadão baiano

O governador Jaques Wagner recebeu nesta quinta-feira (30) o título de cidadão baiano na Assembléia Legislativa da Bahia. Segundo informações da Secretaria de Comunicação do Estado (Secom) a sessão foi aberta pelo deputado Marcelo Nilo, presidente da Assembleia Legislativa.

Ainda segundo a Secom, a honraria foi proposta em 2004, quando o governador era ministro do Conselho de Desenvolvimento Social da Presidência da República. O projeto de resolução 1764/2004 foi aprovado pelo plenário e transformado na resolução 1346, de 23/12/2004.

Também participaram da cerimônia a cantora Margareth Menezes e a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho.


O governador Jaques Wagner chegando à Assembleia Legislativa da Bahia para receber o título de cidadão baiano

Vida
Jaques Wagner nasceu no Rio de Janeiro (RJ), no dia 16 de março de 1951. Iniciou a militância política em 1969, no curso de Engenharia Civil na Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ), onde presidiu o Diretório Acadêmico. Em 1973, perseguido pelo regime militar, foi obrigado a deixar o curso e sair da capital carioca. Chegou a Salvador em 1974, onde mora desde então.

Em 1990, iniciou a carreira parlamentar. Ao lado de Alcides Modesto, conquistou os primeiros mandatos do PT baiano na Câmara dos Deputados. Reeleito em 1994 e 1998, foi líder da bancada do PT em 1995 e vice-líder entre 1993 e 1998. Dois anos depois, disputou a primeira eleição majoritária, candidatando-se a prefeito de Camaçari. Em 2002, candidato ao governo da Bahia, teve mais de dois milhões de votos.

Eleito governador da Bahia em primeiro turno, em 2006, introduziu práticas democráticas de gestão, a exemplo da abertura das contas governamentais para o cidadão no portal Transparência Bahia, da eleição direta para diretores e vice-diretores de escolas da rede pública estadual e da desconcentração das oportunidades de desenvolvimento.

Em 2010, Jaques Wagner foi reeleito em primeiro turno com 63,84% dos votos válidos e iniciou seu segundo mandato, em 2011, com a aprovação de 60% dos baianos, segundo pesquisa de opinião divulgada dias antes da sua posse.
O governador é casado com Maria de Fátima Carneiro de Mendonça, pai de três filhos e um enteado.


Fonte:Correio da Bahia

Postar um comentário