quinta-feira, 30 de junho de 2011

Na ‘eleição’ dos melhores 10, Ganso prefere Zico e Messi a Maradona

Mowa Press

Camisa 10 da Seleção deixou Maradona de fora

Dono da camisa 10 da Seleção Brasileira na Copa América, Paulo Henrique Ganso fez uma lista nesta quinta-feira dos jogadores que vestiram o místico uniforme e contam com sua admiração. O meia do Santos citou Zico, Pelé, Kaká, Zidane, Messi... Mas se esqueceu de um dos mais importantes da história: Maradona.

"São muitos camisas 10 pelo mundo, mas dos que não vi jogar eu admiro muito o Zico e o Pelé. Dos que acompanhei tem o Zidane, o Kaká, o Messi, que é indiscutível", declarou o armador, sem lembrar o ídolo máximo argentino.

Questionado mais tarde sobre a não citação de Maradona, Paulo Henrique Ganso não voltou atrás. Elogiou o craque argentino, mas manteve Zico e Pelé como os preferidos.

"O Maradona foi um baita jogador. Mas para mim, dos que não vi jogar, Zico e Pelé são os meus favoritos", acrescentou o meia da Seleção Brasileira.

Paulo Henrique Ganso ainda aproveitou para lembrar outro jogador importante para a história da Seleção Brasileira e que também havia esquecido na primeira parte, ao citar os melhores camisas 10: Rivaldo. O agora jogador do São Paulo foi uma das estrelas do pentacampeonato mundial em 2002, no Japão e na Coreia do Sul.

Dos mais experientes, aliás, Rivaldo é quem mais se parece com Ganso no estilo de jogo. Palavra do próprio meia da equipe da Vila Belmiro.

"Eu acho que sou mais parecido com um que me esqueci de falar. Até peço desculpas. É o Rivaldo, que lembra mais um pouco esse estilo mais clássico de jogar futebol", analisou o jogador canarinho.

Por fim, depois de elogiar Messi e esquecer de Maradona, Ganso colocou a Argentina, anfitriã dessa Copa América, como a principal favorita ao título.

"A favorita é mesmo a Argentina. Tem grandes jogadores e o melhor do mundo, que é o Messi", finalizou o meia santista.

A Argentina, aliás, faz a abertura da Copa América nesta sexta-feira, contra a Bolívia, em La Plata. No mesmo local, mas no domingo, a Seleção Brasileira faz a sua estreia contra a Venezuela, às 16h (horário de Brasília). As informações são do Globoesporte.com.

Postar um comentário