sexta-feira, 15 de julho de 2011

Dedo Calibrado - A Bronkka


Tenho que viver
me defender, as vezes falta
água pra beber, comida pra comer
como é que dorme, como que sonha
vida medonha de ilusão
ILUSÃO
eu chorei a cada porta na cara
família não liga, família disfara
te olhar com olhos da descepissão
DESCEPISSÃO
peço a DEUS, que me livrai-me do mal
me tira dessa vida de cão
por isso quando eu desço,
é dedo calibrado,
é sangue no olho,
comigo é mais em baixo

por isso quando eu desço,
é dedo calibrado,
é sangue no olho,
comigo é mais em baixo

se é pra é jogar
vamos jogar, vamos jogar
se é pra jogar, vamos jogar
vamos jogar

Postar um comentário