quinta-feira, 28 de julho de 2011

Fifa confirma final no Rio e, com boa vontade, a abertura em São Paulo

AFP

Valcke durante coletiva da FIFA

O calendário oficial da Copa do Mundo de 2014 no Brasil será divulgado apenas em outubro, mas nesta quinta-feira, em um café da manhã no Rio de Janeiro, o secretário-geral da Fifa, Jeróme Valcke, deu mais alguns indícios de que a abertura do Mundial será mesmo em São Paulo e a final na Cidade Maravilhosa.

"A final já está evidente, mas também se pensarmos não há muitas cidades que poderiam acolher a decisão. Esse estádio recebeu a final 61 anos atrás. O que temos de decidir agora é onde serão disputadas as semifinais, o jogo de abertura..." declarou o francês, lembrando da decisão da Copa de 1950, no Maracanã.

Com relação à abertura, Valcke foi mais evasivo. Até porque o estádio paulista para o Mundial é cercado de polêmicas. Mas nas entrelinhas do seu discurso, o secretário-geral da Fifa deu pistas de que o jogo inaugural deve ser na arena que está sendo construída pelo Corinthians, em Itaquera, na zona leste de São Paulo.

"Em outubro nós vamos indicar onde os jogos vão acontecer. Alguns dizem que São Paulo é a porta de entrada, a maior cidade do Brasil... Temos que determinar também onde será o congresso da Fifa, que é no mesmo local. A cidade da abertura tem de ter capacidade de acolher vários eventos", falou Valcke.

Diante desses indícios, São Paulo deve ser mesmo confirmada como sede de abertura da Copa do Mundo de 2014. Ainda mais com a boa vontade da Fifa, que já admite receber o estádio pronto somente em fevereiro de 2014. A previsão da diretoria do Timão, no entanto, é para dezembro de 2013.

"Apenas na semana passada que tivemos todas as confirmações sobre os estádios e eles devem estar pronto no final de 2013. São Paulo estou pensando mais no começo de 2014. Não temos problema nenhum em recebê-lo em fevereiro. Mas tem de ser fevereiro mesmo, não abril", declarou o secretário-geral da Fifa.

Até porque, o Fielzão precisa passar por um evento teste antes de sediar a abertura da Copa do Mundo. Aproveitando o tema das sedes, Valcke descartou nesse momento uma redução de cidades no Mundial do Brasil. Mas a Fifa entende que é possível realizar a competição apenas com oito estádios.

"Das 12 cidades do Brasil são poucas as que estão atrasadas no planejamento, mas acredito que todas terão condições de receber o Mundial. Se tivermos de reduzir para 11, isso será feito, mas não é o caso hoje. Quando temos de tomar uma decisão, nós tomamos", finalizou Jeróme Valcke.

O francês está no Rio de Janeiro para o sorteio dos grupos das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. O evento será sábado, às 15h, na Marina da Glória. As informações são do Globoesporte.com.

Postar um comentário