domingo, 5 de junho de 2011

Com o bi já garantido, Brasil fecha Torneio da China com goleada

Com o bicampeonato do Torneio da China garantido na rodada de sábado, o jogo deste domingo contra os donos da casa poderia ser apenas um amistoso, mas a seleção brasileira de futsal jogou com seriedade, terminando a competição com goleada por 7 a 2 e 100% de aproveitamento.

- Foi uma competição excelente. O grupo todo esteve bem e apresentou um futsal de alto nível - destacou o pivô Lukaian, do Gazprom/Ugra, da Rússia, único do grupo bicampeão que joga no exterior.

Diante dos chineses, o time comandado pelo técnico Marcos Sorato construiu a goleada ainda na primeira etapa, abrindo o placar logo com 1 minuto, quando Jackson acertou um belo chute de fora da área, surpreendendo o goleiro chinês Jun Wang. A postura defensiva da China segurou o Brasil só até os 12 minutos, quando Valdin marcou o segundo. A partir daí, foi uma chuva de gols.

O terceiro foi de Pixote, aos 14, em chute de fora da área. Jé recebeu passe de Valdin e fez o quarto aos 15. Aos 17, foi a vez de Gadeia chutar forte, de longe, para marcar o quinto, e Leco fechou o marcador da primeira etapa, aos 19: 6 a 0.

Na metade final do confronto, com a vitória assegurada, o Brasil diminuiu o ritmo e os chineses conseguiram descontar com Wei Feng, aos 22, e He Huang, aos 30. Pixote voltou a balançar as redes aos 33, fechando a vitória dos hexacampeões mundiais por 7 a 2.

- Saio com a impressão de que os jovens assumiram a responsabilidade e me colocaram dúvidas que eu não tinha até então. Isto é muito positivo para o futuro da equipe - afirmou o técnico Marcos Sorato, já pensando no grupo ideal para as disputas do Grand Prix este ano e da Copa do Mundo no ano que vem, na Tailândia. Sob o comando de Sorato, o Brasil jogou 64 vezes, com 58 vitórias, dois empates e apenas duas derrotas.

O Brasil terminou o Torneio da China com 12 pontos em quatro partidas. Além de vencer os donos da casa, o time passou também por Irã (3 a 1), Romênia (9 a 1) e Japão (3 a 0).


Fonte:Globoesporte.com

Postar um comentário