quinta-feira, 7 de julho de 2011

Fahel, ex-Botafogo: "encaro como qualquer outra partida"

Arisson Marinho

Fahel: titular em todas as partidas do Bahia na Série A

Redação iBahia

Domingo (10) será o dia dos reencontros no estádio de Pituaçu. Enquanto o torcedor do Bahia poderá rever o time em casa, quatro jogadores podem ter a chance de enfrentar o ex-clube Botafogo, adversário tricolor na 9ª rodada. Fahel estava no alvinegro até meados de maio e foi o último dos ex-alvinegros a desembarcar em Salvador. Após um mês e meio, o volante garante que a partida de domingo não mexe com ele de um jeito diferente.

"Encaro como qualquer outra partida. Não é porque é um ex-clube que vou entrar em campo diferente, mas sim com a mesma seriedade, com o mesmo respeito. Vou procurar fazer o melhor porque nós necessitamos dessa vitória. Precisamos dar alegria para o torcedor também em casa", afirma o jogador de 29 anos.

Além dele, o zagueiro Danny Morais, o lateral-direito Jancarlos e o meia Carlos Alberto já vestiram a camisa do alvinegro carioca. Jóbson teve passagem de sucesso por lá e é o único que ainda tem vínculo com o clube. Com uma cláusula no contrato de empréstimo que o proíbe de enfrentar o ex-time, ele não joga domingo. Na prática, apenas Fahel e Jancarlos estão garantidos na partida. Isso porque o zagueiro Danny Morais é reserva da equipe tricolor e Carlos Alberto ainda precisa passar por avaliação no departamento médico para saber se terá condições de jogo.

Fahel defendeu o Botafogo de 2009 até este ano e conhece bem o elenco do adversário. E aí, vai dar uma de espião e contar tudo que saber para René Simões? "Isso com certeza, conheço todos os jogadores que lá estão. Tem muitos jogadores de qualidade. O Maiocosuel é um jogador que precisa de muita atenção. O Herrera também, ele briga o tempo todo. É uma equipe bem equilibrada".

O volante estreou com a camisa do Bahia na derrota por 2 a 1 para o América-MG, logo na primeira rodada do Brasileirão. Titular em todas as partidas, ele acha que pode render mais. "Acho que sempre procuro melhorar em tudo. Nunca acho que tô bem, não posso me acomodar e é preciso trabalhar a cada dia. Com isso acontecendo, a tendência é jogar sempre bem", explica Fahel.

"O começo foi complicado por ser montagem de grupo. Mas agora estamos bem. A equipe está mostrando determinação e fizemos bons jogos nas últimas quatro rodadas", elogia o meio-campista, que não consegue enxergar um deficiência insinuante no elenco. "Acho que é preciso melhorar um todo. Não podemos colocar só uma coisa. Às vezes a gente acha que o problema é a bola parada, aí conserta isso e comete erro em outro tipo de lance".

A partida contra o Botafogo acontece no estádio de Pituaçu e começa às 16h de domingo. Após o empate em 2 a 2 com o Avaí, a delegação tricolor desembarcou em Salvador no início da tarde desta quinta-feira (7). O elenco ganhou folga e só volta a treinar nesta sexta em dois turnos.


Fonte:Correio da Bahia

Postar um comentário