sábado, 9 de julho de 2011

Bahia terá de pagar R$ 1 milhão se quiser escalar Jobson contra o Bota


Desde que chegou ao Bahia, Jobson vem exibindo dentro de campo a sua recuperação. Mas dificilmente poderá mostrar o seu valor exatamente ao Botafogo, clube que o emprestou. No contrato, válido até o fim do ano, está estabelecido que, se quiser escalar o atacante - artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro, com três gols - na partida deste domingo, em Salvador, o Tricolor terá que desembolsar R$ 1 milhão.

Na quarta rodada do Brasileirão, o Bahia pagou R$ 60 mil para escalar Jobson contra o Atlético-MG. No entanto, devido ao alto valor, é improvável que faça o mesmo para o jogo deste domingo. O atacante defendeu o Galo no primeiro semestre, emprestado pelo Botafogo, mas pediu para sair, alegando desejo de retornar a General Severiano. Jobson tem contrato até 2015 com o Botafogo, que detém 60% de seus direitos econômicos. No entanto, após alguns casos de indisciplina ao longo do ano passado, o clube decidiu emprestar o atacante.

A diretoria do Botafogo, entretanto, optou por um novo empréstimo de Jobson, que foi negociado com o Bahia até o fim de 2011. A diretoria alvinegra deixou claro que gostaria de ver o atacante provar em outro clube a capacidade de se comportar com a disciplina de um atleta profissional.

Em meio a isso, Jobson vive a expectativa da decisão da Corte Arbitral do Esporte sobre seu caso de doping por cocaína, em 2009. O atacante já cumpriu seis meses de suspensão e corre o risco de passar mais tempo longe do futebol. O anúncio pode acontecer no início de agosto.


Fonte:Globoesporte.com

Postar um comentário